quarta-feira, 3 de março de 2010

As Mentiras

Boa Tarde meus amigos... [por enquanto, só meus amigos estão aturando esse blog chato]

Estou aqui em mais ma tarde para escrever algo, que quem sabe algum dia mudará o mundo... pois é... eu estava com uma amiga minha hoje, saindo do colégio, em direção ao armário dela, fazendo a propaganda do meu "peixe", quando ela disse
-Você e o professor de história pensam que vão mudar o mundo com o blog de vocês, com suas idéias...
E eu, boladaço com isso, disse:
-Mas é claro, meu sonho desde criança é aparecer nos livros de história, mudando o mundo...

Mas é gente, se eu não quisesse mudar a cabeça de ninguém, não estaria publicando meus textos, mas sim, escrevendo num caderno, depois esconderia numa caixa com cadeado, entregaria as chaves para meus filhos, diria para só abrirem após minha morte, ai talvez eles publicariam um livro com meus textos, ou então tacariam fogo em tudo e diriam "nossa, como meu pai era idiota"... Mas para não ter que depender das idéias deles, e nem ficar famoso só após a morte, porque isso é coisa de pintor, estou aqui publicando minhas idiotisses... Mas agora após uma introdução babaca, vamos ao tema...

Mentira... quem nunca ficou triste com alguém, após descobrir que aquela pessoa mentiu para você??? Melhorando, quem nunca mentiu??? (São 14:14 hahaha) Não vem comentar que você nunca mentiu, porque não acredito não, só porque papai e mamãe disse que mentir é feio??? Até ele mesmo te induz a mentir, quando você vai atender o telefone, ou abrir a porta para alguém, e te mandamdizer: "Se for cobrança, da igreja evangélica, ou para oferecer cartão de crédito, eu não estou".

Leitor, isso é impossível, pois mentir não é apenas mentir, mas sim uma tática de sobrevivência entre nós seres humanos, seres homo sapiens sapiens,[nome científico sempre em ítalico], ou seja, aquilo que todos escutamos os professores gays de biologia dizerem "homem que sabe que sabe", traduzindo, ser que raciocina,  temos que pensar para sobrviver...

Então, no ambiente que vivemos, no meio de vários desses que sabem que sabem, como vamos sobreviver??? Dizendo a verdade??? Impossivel... ou então, se você quiser ser o expertão a tentar, pode assinar seu atestado de óbito, porque o mais esperto vai virar seu predador e te comer, e você vai se @#$#@... No mundo atual em que vivemos, não temos mais espaço para os certos, mas sim para os espertos...

Sim, até aqui tudo certo, descobrimos o motivo do "para que" mentir...

Então hoje após o inferno do colégio, após mentir para vários professores, com justificativas idiotas quando eles perguntam "porque você não fez o dever?", ai eu digo que não anotei, que meu coleguinha do lado não me passou o dever certo, me falaram que não tinha dever, etc, enfim, alguns acreditam, outros não... [mais um exemplo de que a mentira é a sobrevivência]...

Retornando ao assunto, estava eu voltando do colégio e ao mesmo tempo pensando "o que vou escrever para a galera hoje???", até que meu amigo do lado disse, escreve sobre MENTIRA, então tá, na tremedeira do ônibus, comecei a escrever as idéias... e perguntas sobre o tema, que irei escrever e respondê-las abaixo:

Por que o ser humano mente?
Para sua própria sobrevivência...

Quais suas consequências?
Dependendo da forma que se ultiliza esse recurso da mentira, ela pode ser maléfica a sua relação social em seu uso exagerado e também em seu mal-uso... mas agora, basta você saber avaliar onde é correto aplicá-la...

Quais seus benefícios?
Oposto a questão anterior, ela pode ser benéfica a sua relação social, pois tem coisas que nem todo mundo preisa saber né?? que são melhores ficar somente a você, do que compartilhar o fato com outras pessoas. Mas também cabe a cada um se auto-avaliar, e saber quando necessário.

Pode se tornar um vício? Uma doença?
Como a maioria das coisas, a mentira pode se tornar compulsiva, a pessoa gosta daquela brincadeirinha, vê que dá certo, e se torna um mentiroso compulsivo, as vezes ele mesmo quer parar com aquilo, mas não consegue, ou seja, a mentira acaba se tornando uma droga para ele, assim necessitando de um acompanhamento psicológico.

Mas tem uma coisa gente, a mentira é muito boa as vezes, mas têm momentos em que ela pode ferir uma pessoa, aquele seu amigo do peito, sua namorada(o), aquela pessoa em que você mais confia, pois a mentira "tem perna curta", que nem dizem os antigos, e depois que alguém descobre que você mentiu, ela pode se tornar uma arma contra você...

Ou seja pessoal, para uma boa mentirinha, tem as seguintes regras...

Manual do Mentiroso
  • Saber para quem mentir
  • Saber o que mentir
  • Pensar em que retorno aquilo pode te trazer
  • Nunca fira os sentimentos de alguém com suas mentiras
  • Se for para esculachar alguém, nunca omita o que você pensa, fale sempre a verdade, porém com bons argumentos, para não sair na pior.
  • E o mais importante... Nunca se esqueça da sua mentira, faça ela se tornar uma verdade
Para finalizar... o que o nosso querido Dicionário Aurélio diz sobre a mentir?

Mentir
  1.  Afirmar coisa que sabe se contraria a verdade
  2. Errar no que diz
  3. Induzir em erro
Mentira
  1. Ato de mentir; impostura
  2. fraude; peta; potoca; lorota
  3. Engano dos sentidos ou do espírito; erro
  4. Hábio de mentir

Um abraço a todos...
De noite talvez estarei de volta para comentar sobre a Campanha da Fraternidade 2010

Um comentário:

  1. fã de rebolation4 de março de 2010 21:37

    legal o texto acho q soh faltou dizer no manual do mentiroso q nunca se esquecer da mentira se naum descobrem

    ResponderExcluir